Limpeza de sistema de arrefecimento

Com o passar dos anos e a evolução da engenharia os motores têm evoluído de forma gigantesca, no sentido de conseguirem obter melhor desempenho e consumirem o menos combustível possível. Como tal, o sistema de arrefecimento desses motores também evoluiu para ser possível acompanhar o desenvolvimento dos motores.

Limpeza de sistema de arrefecimento do motor

Um motor (de automóvel) pode atingir quase 2.800°C de temperatura com a sua potência, o que faria com que todo o material do motor derretesse rapidamente. O sistema de arrefecimento impede que tal aconteça, mas baixar temperaturas desta dimensão não é nada fácil e, como tal, este é um dos sistemas mais afetados pelo ambiente que o rodeia e horas de trabalho que o motor faz.

Num automóvel (o sistema de arrefecimento escolhido) existem dois tipos de sistemas de arrefecimento: a ar e a água. A maioria dos automóveis possui sistema de arrefecimento a água, por isso abordaremos esse sistema em detalhe.

Observação: Os sistemas de arrefecimento diferem de marca para marca e modelo para modelo, por essa razão explicaremos como fazer esta limpeza num sistema genérico.

Como funciona o sistema de arrefecimento

Num sistema de arrefecimento, o líquido é bombeado pelo motor impulsionado pela bomba de água circulando pelas mangueiras do motor até que a temperatura do motor seja ideal para funcionar. Nesta altura o termostato abre, deixando passar o líquido de arrefecimento e permitindo que a água circule por todo o motor e radiador. A temperatura desce quando passa pelo radiador e também pela ação da ventoinha e do ar externo. Depois disto o ciclo é reiniciado.

O sobreaquecimento do motor, com o tempo, causa danos ao motor devido à elevada temperatura. Por essa razão a limpeza e manutenção do sistema, deve ser feita uma vez por ano ou cada 30.000 quilómetros.

Como fazer Limpeza de sistema de arrefecimento

Como fazer Limpeza de sistema de arrefecimento

  1. Desligue, inicialmente, a mangueira inferior do radiador, estando o motor bem frio e retirar todo o líquido pela mangueira inferior.
  2. Assim que termine, vá colocando água no depósito e nas duas mangueiras.
  3. Do lado esquerdo do motor existe um sensor da ventoinha. Deve ser desligado.
  4. Colocar novamente água no depósito ou mangueiras até que transborde um pouco pelo sensor da ventoinha.
  5. Volte a ligar o sensor e aguarde a saída de toda a água.
  6. Deve colocar água novamente até que esta saia límpida.
  7. Quando a água sair límpida, retire o depósito de água e lave-o com sabão.
  8. Com o depósito fora e mangueiras desligadas, verifique se não estão cortadas ou danificadas. Deve também ver se parafusos e encaixes estão em bom estado e sem ferrugem.
  9. Terminando isto, coloque o depósito e volte a encaixar tudo. Deve desligar o sensor da ventoinha de novo para retirar o ar.
  10. Encha o depósito com água e o aditivo, em quantidades iguais, até que transborde pelo sensor da ventoinha.
  11. Ligar o automóvel, acelerando, com o depósito aberto, mas só após ligar o sensor da ventoinha. Deixe sair todo o ar.
  12. Desligue o automóvel, deixe o motor arrefecer e reencha o depósito.
  13. Feche o depósito e acelere levemente até ativar a ventoinha.
  14. Desligue o automóvel e deixe-o arrefecer. Abra o depósito, verifique o nível deste e, se estiver no nível desejado, terminou.

Cuidado com mexer no motor sem esperar que arrefeça.

 



Deixe um Comentário